Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 

SAC: 0800 -772 3030   |
HTML do menu mobile
Navegar para Cima

Skip Navigation LinksEnquete-Unimed-CentroOeste-Paulista-aborda-alimentacao-saudavel

Enquete Unimed Centro-Oeste Paulista aborda alimentação saudável

Apenas 33,3% dos participantes seguem uma dieta regrada

06/06/2018 10:45 | Última Atualização 06/06/2018 10:46

​A obesidade é considerada um dos problemas de saúde mais difundidos no Brasil e em todo mundo. Pesquisas apontam que mais da metade da população brasileira se encontra acima do peso. Este embate é resultado de um aumento considerável no número de restaurantes fast-foods e comidas industrializadas no mercado alimentício. "Com pouco tempo para comer, as pessoas deixaram de fazer as refeições em casa e passaram a optar por comidas mais rápidas e mais calóricas", afirmou o diretor do Centro de Obesidade e Síndrome Metabólica do Hospital São Lucas da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Cláudio Mottin.

Estes indicativos alarmantes, acabam despertando o interesse da população por alimentos que sejam saudáveis e, se possível, de origem orgânica. Para comprovar essa realidade, a Unimed COP realizou uma enquete questionando sobre a mudança de hábito na alimentação das pessoas. Após a pesquisa, foi comprovado que 44,5% do público votante, procura regrar a alimentação durante a semana, mas sentem dificuldade em manter a constância na ingestão de alimentos mais saudáveis. Entretanto, outros 33,3% seguem à risca na hora de regrar a alimentação e são acompanhados por um nutricionista. Cerca de 17% das pessoas procuram realizar dietas, mas encontram barreiras no momento de escolher o alimento ideal e o período correto para consumo. Para finalizar, 5,5% do público participante da enquete não se preocupam com a alimentação e consomem refeições não recomendadas e com o horário desregulado, por terem uma rotina agitada, o que gera uma escassez de tempo.

Os resultados concluem um determinado avanço das pessoas em busca de uma rotina alimentar regulada e mais saudável. A partir deste ponto, o reconhecimento da população para os dados alarmantes sobre obesidade e a procura por alimentos saudáveis aumenta cada vez mais.

O correto é, primeiramente, procurar um médico nutricionista para realizar uma avaliação e, após a consulta, ter a noção do que deve ou não ser consumido.

Outras Notícias

 

 

Saúde suplementar em pautahttp://www.unimedfesp.coop.br/saude-suplementar-em-pautaSaúde suplementar em pauta
Unimed Fesp fecha contrato com a Funcesp http://www.unimedfesp.coop.br/unimed-fesp-fecha-contrato-com-a-funcespUnimed Fesp fecha contrato com a Funcesp
Unimed Itapetininga realiza 1º Arraiá da Oncologiahttp://www.unimedfesp.coop.br/unimed-itapetininga-realiza-1-arraia-da-oncologiaUnimed Itapetininga realiza 1º Arraiá da Oncologia
Unimed Pindamonhangaba participa do Circuito Sescoop/SP de Culturahttp://www.unimedfesp.coop.br/unimed-pindamonhangaba-participa-do-circuito-sescoop-sp-de-culturaUnimed Pindamonhangaba participa do Circuito Sescoop/SP de Cultura

+ Ver todas as notícias

COPYRIGHT

Copyright © 2019 - Unimedfesp.com.br - Política de Privacidade Rua José Getúlio, 78/90 - Aclimação - São Paulo - SP - CEP 01509-000 - Tel:(11)2146-2500 

CERTIFICAÇÃO

Unimed Fesp 2016