Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 

SAC: 0800 -772 3030   |
HTML do menu mobile
Navegar para Cima

Skip Navigation LinksPresidente-da-Unimed-do-Brasil-faz-palestra-na-Unimed-Presidente-Prudente

Presidente da Unimed do Brasil palestra na Unimed Presidente Prudente

Evento foi direcionado aos cooperados

09/08/2018 11:38 | Última Atualização 09/08/2018 11:38

​A Unimed é a maior cooperativa médica do mundo. O sistema nasceu com a fundação da Unimed Santos em 1967 e hoje, é composto por 345 cooperativas de saúde prestando assistência médica para cerca de 18 milhões de beneficiários em todo o país. A Unimed Presidente Prudente é a quadragésima quarta Singular e integra o Sistema desde 1971, hoje é a maior cooperativa médica do oeste paulista, com uma área de abrangência de 32 cidades mais um distrito de Rosana, com mais de 97 mil beneficiários e mais de 540 cooperados.

Ao longo dos anos, muitos são os desafios enfrentados na saúde suplementar, não é diferente no mercado regional. "Somos a referência regional de saúde e hoje, o equilíbrio e sobrevivência na saúde suplementar passam pela integração entre os agentes envolvidos na prestação de serviço aos beneficiários; mudança na forma de remuneração das operadoras e também orientação aos usuários para utilização correta dos planos de saúde", reforçou o presidente da Singular, Paulo Mazaro na abertura do evento que reuniu cerca de 100 participantes na reunião mensal "Unimed 19h30", realizada na Casa do Médico em Prudente, no dia 31/07.

O evento comemorou o mês do cooperativismo. O presidente da Unimed do Brasil abriu o encontro com um comparativo da saúde no Brasil e Inglaterra e as fatias de gastos públicos e privados, em seguida apontou as perspectivas do futuro do mercado e do Sistema Unimed.

"O PIB da saúde na Inglaterra é de 9%, o brasileiro é de 8%. A diferença é no tamanho da população - Inglaterra com 60 milhões e Brasil com 208 milhões - e, também no gasto público da saúde no modelo britânico é de 83% e o privado 17%. No Brasil, é o contrário, o gasto público é menor, 46% e o do setor privado 54%. A maior contradição é justamente no fato de que, o governo gasta menos com saúde, as famílias brasileiras gastam mais e apenas 50 milhões de pessoas no Brasil tem plano de saúde", pontuou Pullin.

Com a instabilidade econômica brasileira, as operadoras de planos de saúde perderam beneficiários "e o estado não tem condições de cuidar da população como diz a constituição de 88, que saúde é direito de todos e dever do estado", destacou o médico.

Orestes Pullin ressaltou também sobre a importância do compliance e gestão. "Em 2015, 2,2 milhões dos gastos das operadoras de planos de saúde com hospitais e exames, decorrem de fraudes e desperdícios, segundo a ANS. As operadoras precisam investir em compliance e gestão. A ausência de indicadores de qualidade e de controle fazem com que as operadoras pereçam, perdendo receita e elevando custo assistencial", disse aos cooperados.

O executivo da Unimed do Brasil fez questão de falar da participação da classe médica no cooperativismo. "Hoje, 25% dos médicos que atuam no Brasil são cooperados Unimed. Os estados com maior percentual de médicos cooperados são: Rio Grande do Sul com 46%, Ceará com 44%, Paraná com 43%, Mato Grosso com 40%".

Estes números mostram a força do cooperativismo, "se levarmos em consideração que o sistema público não tem condições de atender toda a população brasileira, que a mudança no modelo assistencial AIS permite ofertar no mercado planos mais acessíveis, que o Sistema cooperativo médico Unimed é o mais robusto no mercado, o fortalecimento das Singulares depende da atuação efetiva dos nossos cooperados e de sangue novo também. A idade média dos cooperados é de 49 anos, precisamos abrir espaço para médicos jovens", apontou Pullin.

O executivo falou ainda das perspectivas de mercado. "Nos próximos dois anos, seguiremos lutando para recuperar o mercado que perdemos frente a crise econômica. Já tivemos 20 milhões de beneficiários, hoje temos 18 milhões. Unimeds como a Singular de Prudente, estão estáveis e até conquistaram mercado.  No sistema, temos ainda outras Singulares que conseguiram estabilizar perdas, o que é realmente significativo", ressaltou.

Sobre o futuro da saúde suplementar, Pullin concluiu dizendo que, as mudanças regulatórias devem impactar também no sistema Unimed. "A perspectiva é de que operadoras com 6 mil beneficiários por exemplo, sejam incorporadas à outras operadoras maiores, mas a reorganização é fundamental para manter o sistema fortalecido", finalizou.

Outras Notícias

 

 

Programa para Gestantes da Unimed Marília é destaque em apresentaçõeshttp://www.unimedfesp.coop.br/programa-para-gestantes-da-unimed-marilia-e-destaque-em-apresentacoesPrograma para Gestantes da Unimed Marília é destaque em apresentações
Unimed Araçatuba participa do Dezembro Laranjahttp://www.unimedfesp.coop.br/unimed-aracatuba-participa-do-dezembro-laranjaUnimed Araçatuba participa do Dezembro Laranja
Unimed São Carlos arrecada quase 1 tonelada de alimentoshttp://www.unimedfesp.coop.br/unimed-sao-carlos-arrecada-quase-1-tonelada-de-alimentos Unimed São Carlos arrecada quase 1 tonelada de alimentos
Unimed Marília inaugura novo Pronto Atendimentohttp://www.unimedfesp.coop.br/unimed-marília-inaugura-novo-pronto-atendimentoUnimed Marília inaugura novo Pronto Atendimento

+ Ver todas as notícias

COPYRIGHT

Copyright © 2016 - Unimedfesp.com.br - Política de Privacidade Rua José Getúlio, 78/90 - Aclimação - São Paulo - SP - CEP 01509-000 - Tel:(11)2146-2500 

CERTIFICAÇÃO

Unimed Fesp 2016