Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 

SAC: 0800 -772 3030   |
HTML do menu mobile
Navegar para Cima

Skip Navigation LinksUnimed-Catanduva-traz-alerta-para-os-casos-de-febre-amarela-

Unimed Catanduva traz alerta para os casos de febre amarela

Aedes Aegypti é principal transmissor da doença

23/01/2017 11:55 | Última Atualização 23/01/2017 11:55

​O número de casos confirmados de mortes de macacos na região de Catanduva (Catiguá, Ibirá, Pindorama, Novo Horizonte) e o registro da morte de um homem, em Ribeirão Preto (SP), ambos causadas pelo vírus da febre amarela, tem alertado a população. O Ministério da Saúde divulgou que Catanduva e mais 18 cidades da área de atuação da Unimed Catanduva estão na classificação dos municípios recomendados a tomar a vacina de prevenção contra a doença.

O órgão federal destaca que o período entre dezembro e maio é o qual aumenta o registro da doença. A vacina e o combate ao mosquito Aedes Aegypti são as formas de se prevenir!

O infectologista Dr. Ricardo Santaella Rosa, cooperado da Singular, faz um alerta sobre a vacinação. "No estado de São Paulo, salvo algumas regiões do litoral e Grande São Paulo, praticamente todas as pessoas devem tomar a vacina contra febre amarela", disse.

A vacinação pode ser aplicada a partir dos seis meses de idade e tem acima de 90% de eficácia, seguindo o esquema vacinal corretamente, ou seja, tomando duas doses da vacina, com intervalo de dez anos entre uma dose e outra, afirmou o especialista. "No caso de gestantes, pessoas que tenham doenças que apresentam baixa resistência, é aconselhável consultar um médico para saber da possibilidade de ser vacinado", completou.

No ano de 2016, a Univacin – Clínica de Vacinas da Unimed Catanduva forneceu 111 doses da vacina, sendo a maior quantidade (96 doses) no último trimestre. Devido à grande procura pela medicação, o estoque da clínica está sendo reposto, a previsão é de que as novas doses cheguem no início de fevereiro. O valor da dose, até o final do estoque era de R$ 110,00 (beneficiários) e R$ 140,00 (particulares).  "Buscamos sempre atender as solicitações de nossos clientes da melhor forma e oferecer formas de proteção para saúde com segurança", destacou o diretor de Recursos Próprios da cooperativa, Dr. Everaldo Gregio.

O infectologista explicou, ainda, que grande parte de casos de febre amarela humana, nos últimos anos, ocorre por aquisição do vírus em zona silvestre – com a transmissão entre macacos. Entretanto, segundo Dr. Ricardo Santaella, na área urbana, o principal transmissor da doença é o mosquito Aedes Aegypti. Ele alerta sobre a importância de a população manter a conscientização constante em relação à eliminação dos criadouros do mosquito. "A prevenção da febre amarela pode se dar de duas maneiras. A primeira, por meio do controle do mosquito transmissor e a segunda é a vacinação" disse.

Sintomas

Santaella explicou que metade das pessoas que adquire os vírus da Febre Amarela não apesenta sintomas. Porém, é necessário ficar alerta, pois os sintomas são semelhantes aos da dengue: febre, dores nas articulações, dores musculares, dores de cabeça, podendo se estender para sintomas mais graves, como enjoos, vômitos com sangue, comprometimento do fígado, dificuldade para urinar, insuficiência renal grave e complicações nos pulmões e outros órgãos. "Nessa fase a doença é bastante grave com possibilidade de mortalidade que pode chegar a até 50% dos casos, se o diagnóstico não for feito com precocidade", ressaltou.

Diagnóstico

A confirmação da doença pode ser feita por exame de sangue específico para o diagnóstico da febre amarela. A coleta é feita somente na rede pública e encaminhada para o instituto Adolfo Lutz – laboratório Central da Saúde Pública, em São Paulo.

Tratamento

O médico explica que, assim como na dengue, não existe um tratamento específico para a febre amarela. Nos casos mais graves, o tratamento tem que ser com paciente internado, muitas vezes em terapia intensiva. Caso apresente os sintomas, procure um médico. 

Outras Notícias

 

 

Unimed Catanduva promove Dia do Cooperativismohttp://www.unimedfesp.coop.br/unimed-catanduva-promove-dia-do-cooperativismoUnimed Catanduva promove Dia do Cooperativismo
Portabilidade Extraordinária - Unimed Paulistanahttp://www.unimedfesp.coop.br/portabilidade-extraordinaria-unimed-paulistanaPortabilidade Extraordinária - Unimed Paulistana
Unimed Araraquara faz Semana Serviço de Controle de Infecção Hospitalarhttp://www.unimedfesp.coop.br/unimed-araraquara-realizou-semana-do-servico-de-controle-de-infeccao-hospitalarUnimed Araraquara faz Semana Serviço de Controle de Infecção Hospitalar
Unimed Bauru promove plantio de 600 árvores no Jardim Botânicohttp://www.unimedfesp.coop.br/unimed-bauru-promove-plantio-de-600-arvores-no-jardim-botanicoUnimed Bauru promove plantio de 600 árvores no Jardim Botânico

+ Ver todas as notícias

COPYRIGHT

Copyright © 2016 - Unimedfesp.com.br - Política de Privacidade Rua José Getúlio, 78/90 - Aclimação - São Paulo - SP - CEP 01509-000 - Tel:(11)2146-2500 

UNIMED AWARDS

Unimed Fesp 2016