Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 

SAC: 0800 -772 3030   |
HTML do menu mobile
Navegar para Cima

Skip Navigation LinksUnimed-Catanduva-traz-alerta-para-os-casos-de-febre-amarela-

Unimed Catanduva traz alerta para os casos de febre amarela

Aedes Aegypti é principal transmissor da doença

23/01/2017 11:55 | Última Atualização 23/01/2017 11:55

​O número de casos confirmados de mortes de macacos na região de Catanduva (Catiguá, Ibirá, Pindorama, Novo Horizonte) e o registro da morte de um homem, em Ribeirão Preto (SP), ambos causadas pelo vírus da febre amarela, tem alertado a população. O Ministério da Saúde divulgou que Catanduva e mais 18 cidades da área de atuação da Unimed Catanduva estão na classificação dos municípios recomendados a tomar a vacina de prevenção contra a doença.

O órgão federal destaca que o período entre dezembro e maio é o qual aumenta o registro da doença. A vacina e o combate ao mosquito Aedes Aegypti são as formas de se prevenir!

O infectologista Dr. Ricardo Santaella Rosa, cooperado da Singular, faz um alerta sobre a vacinação. "No estado de São Paulo, salvo algumas regiões do litoral e Grande São Paulo, praticamente todas as pessoas devem tomar a vacina contra febre amarela", disse.

A vacinação pode ser aplicada a partir dos seis meses de idade e tem acima de 90% de eficácia, seguindo o esquema vacinal corretamente, ou seja, tomando duas doses da vacina, com intervalo de dez anos entre uma dose e outra, afirmou o especialista. "No caso de gestantes, pessoas que tenham doenças que apresentam baixa resistência, é aconselhável consultar um médico para saber da possibilidade de ser vacinado", completou.

No ano de 2016, a Univacin – Clínica de Vacinas da Unimed Catanduva forneceu 111 doses da vacina, sendo a maior quantidade (96 doses) no último trimestre. Devido à grande procura pela medicação, o estoque da clínica está sendo reposto, a previsão é de que as novas doses cheguem no início de fevereiro. O valor da dose, até o final do estoque era de R$ 110,00 (beneficiários) e R$ 140,00 (particulares).  "Buscamos sempre atender as solicitações de nossos clientes da melhor forma e oferecer formas de proteção para saúde com segurança", destacou o diretor de Recursos Próprios da cooperativa, Dr. Everaldo Gregio.

O infectologista explicou, ainda, que grande parte de casos de febre amarela humana, nos últimos anos, ocorre por aquisição do vírus em zona silvestre – com a transmissão entre macacos. Entretanto, segundo Dr. Ricardo Santaella, na área urbana, o principal transmissor da doença é o mosquito Aedes Aegypti. Ele alerta sobre a importância de a população manter a conscientização constante em relação à eliminação dos criadouros do mosquito. "A prevenção da febre amarela pode se dar de duas maneiras. A primeira, por meio do controle do mosquito transmissor e a segunda é a vacinação" disse.

Sintomas

Santaella explicou que metade das pessoas que adquire os vírus da Febre Amarela não apesenta sintomas. Porém, é necessário ficar alerta, pois os sintomas são semelhantes aos da dengue: febre, dores nas articulações, dores musculares, dores de cabeça, podendo se estender para sintomas mais graves, como enjoos, vômitos com sangue, comprometimento do fígado, dificuldade para urinar, insuficiência renal grave e complicações nos pulmões e outros órgãos. "Nessa fase a doença é bastante grave com possibilidade de mortalidade que pode chegar a até 50% dos casos, se o diagnóstico não for feito com precocidade", ressaltou.

Diagnóstico

A confirmação da doença pode ser feita por exame de sangue específico para o diagnóstico da febre amarela. A coleta é feita somente na rede pública e encaminhada para o instituto Adolfo Lutz – laboratório Central da Saúde Pública, em São Paulo.

Tratamento

O médico explica que, assim como na dengue, não existe um tratamento específico para a febre amarela. Nos casos mais graves, o tratamento tem que ser com paciente internado, muitas vezes em terapia intensiva. Caso apresente os sintomas, procure um médico. 

Outras Notícias

 

 

Unimed Presidente Prudente realiza curso para médicos do Pronto Socorrohttp://www.unimedfesp.coop.br/unimed-prudente-realiza-curso-para-medicos-do-pronto-socorroUnimed Presidente Prudente realiza curso para médicos do Pronto Socorro
Unimed Presidente Prudente realiza palestra para enfermeiros da regiãohttp://www.unimedfesp.coop.br/unimed-presidente-prudente-realiza-palestra-para-enfermeiros-da-regiaoUnimed Presidente Prudente realiza palestra para enfermeiros da região
Case da Unimed Salto/Itu é apresentado em Fórum de Dirigentes http://www.unimedfesp.coop.br/case-da-unimed-salto-itu-e-apresentado-em-forum-de-dirigentesCase da Unimed Salto/Itu é apresentado em Fórum de Dirigentes
Unimed Leste Paulista realiza Circuito Saúde em Tambaúhttp://www.unimedfesp.coop.br/unimed-leste-paulista-realiza-circuito-saude-em-tambauUnimed Leste Paulista realiza Circuito Saúde em Tambaú

+ Ver todas as notícias

COPYRIGHT

Copyright © 2016 - Unimedfesp.com.br - Política de Privacidade Rua José Getúlio, 78/90 - Aclimação - São Paulo - SP - CEP 01509-000 - Tel:(11)2146-2500 

CERTIFICAÇÃO

Unimed Fesp 2016