Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 

SAC: 0800 -772 3030   |
HTML do menu mobile
Navegar para Cima

Skip Navigation LinksUnimed-Sorocaba-realiza-o-segundo-transplante-conjugado-rim-figado-

Unimed Sorocaba realiza o segundo transplante conjugado rim-fígado

Tipo raro de cirurgia no estado de São Paulo

05/09/2018 09:51 | Última Atualização 05/09/2018 09:51

​No mês de junho foi realizado o segundo transplante conjugado rim-fígado no Hospital Dr. Miguel Soeiro (HMS), pertencente à Unimed Sorocaba. O primeiro havia sido em novembro do ano passado. Este tipo de cirurgia é raro. Em 2017, por exemplo, apenas doze foram realizadas em todo estado de São Paulo.

O procedimento beneficiou o empresário e D.J. paulistano de 43 anos, portador de cirrose hepática decorrente de um quadro de hepatite C. A patologia havia sido contraída há mais de trinta anos, mas complicou-se há sete, culminando em estágio de insuficiência renal crônica.

Participaram do transplante o cirurgião Renato Hidalgo, os cooperados Marcelo Viola Gabaldo, Otávio Augusto Vasques Moreira, Milene Cristina Devito Guilherme Gomes e na anestesia Fábio Scalet Soeiro e Miriam Machado Novaes Pegoretti. O transplante feito no HMS transcorreu dentro do esperado e a recuperação do paciente surpreendeu a todos. "Menos de doze horas após o procedimento, ele já deixava a Unidade de Terapia Intensiva", contou Hidalgo. Em torno de uma semana depois – ainda no apartamento e pouco antes de receber alta –, D.J., acompanhado de sua esposa, fez questão de transmitir uma mensagem às pessoas que se encontram em situação similar à que ele enfrentou. "Não desistam do tratamento. Ele é longo; por vezes, penoso, mas vale a pena."

Pai de duas crianças (um menino de 11 e uma menina de 8 anos), D.J. aconselhou que todas as pessoas façam o teste de identificação da hepatite C. "É uma doença silenciosa e a maior causa de cirrose no mundo, mesmo sem implicação de bebida alcoólica. Ela desponta quando o organismo está debilitado", observou. "Com o diagnóstico precoce, pode-se evitar tudo o que passei até chegar aqui", completou.

De acordo com ele, e por sua própria experiência, muitos pacientes que necessitam de transplantes se entregam no meio do caminho. "Questionam se tanto esforço compensa e acabam desistindo", relembrou. "Mas a gente tem que ter cabeça, se apegar ao apoio da família. Sem esse apoio, a gente entra em depressão", confessou. "Tive medo a todo momento, mas não deixei ele tomar conta de mim. Eu me agarrei às coisas boas da vida: meus filhos e minha esposa. Nunca deixei de perguntar: 'por qual motivo estou aqui?'", declarou. ​

Outras Notícias

 

 

Secretárias se reúnem para Encontro na Unimed Leste Paulista http://www.unimedfesp.coop.br/secretarias-se-reunem-para-encontro-na-unimed-leste-paulistaSecretárias se reúnem para Encontro na Unimed Leste Paulista
Unimed Assis recebe homenagem por programa realizado em Paraguaçu http://www.unimedfesp.coop.br/unimed-assis-recebe-homenagem-por-programa-realizado-em-paraguacuUnimed Assis recebe homenagem por programa realizado em Paraguaçu
Unimed Araçatuba realiza confraternização dos colaboradoreshttp://www.unimedfesp.coop.br/unimed-aracatuba-realiza-confraternizacao-dos-colaboradoresUnimed Araçatuba realiza confraternização dos colaboradores
Unimed Piracicaba sedia seminário de tromboembolismo venosohttp://www.unimedfesp.coop.br/unimed-piracicaba-sedia-seminario-de-tromboembolismo-venosoUnimed Piracicaba sedia seminário de tromboembolismo venoso

+ Ver todas as notícias

COPYRIGHT

Copyright © 2016 - Unimedfesp.com.br - Política de Privacidade Rua José Getúlio, 78/90 - Aclimação - São Paulo - SP - CEP 01509-000 - Tel:(11)2146-2500 

CERTIFICAÇÃO

Unimed Fesp 2016