Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal

 Banner com Menu - Web Part

 Editor de Conteúdo

Durante o outono, as mudanças bruscas de temperatura e baixa umidade do ar contribuem com a proliferação de doenças causadas por vírus transmitidos com facilidade, por causa dos ambientes fechados ou com grande volume de pessoas. Além do sistema respiratório, a pele também pode ser afetada, ficando ressecada e, consequentemente, mais propensa a rachaduras ou alergias. Para quem costuma sofrer com a chegada desta estação, confira as dicas abaixo:

Mantenha os níveis de hidratação do corpo: no verão há uma grande preocupação com a hidratação, por causa da perda de líquidos. No outono não é diferente, as temperaturas são mais baixas, porém o ar está mais seco. Portanto, o consumo de água é essencial.

Evite longa permanência em locais fechados: a proliferação de alguns vírus é ainda maior nessa época do ano. Locais fechados favorecem isso. É importante sempre deixar janelas abertas e permitir que o ar se renove.

Pratique a higienização a todo momento: ao entrar em contato com diversos objetos que podem estar contaminados, é imprescindível lavar as mãos com água e sabonete líquido e fazer uso do álcool em gel para finalizar.

Mantenha uma alimentação balanceada: as síndromes gripais, mais comuns durante a estação, acometem principalmente crianças e idosos por conta da fragilidade do sistema imunológico. Ter uma alimentação equilibrada, com os nutrientes e vitaminas necessárias, evita que o corpo fique suscetível a contaminações.

Hidrate bem a pele: nesta época do ano a pele tende a ficar mais seca e ressecada. Isso pode acarretar rachaduras e irritações que desenvolvem alergias na pele. O ideal é usar um hidratante específico para o rosto e outro para o corpo. Banhos muitos quentes também devem ser evitados, pois favorecem o processo de ressecamento da pele.
Núcleo de Atenção à Saúde - www.unimedfesp.coop.br - gerenciamento.saude@unimedfesp.coop.br - telefone: (11) 2146-2686.